Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Não consigo ter voz

Lindolfo Cunha | 19.08.18
Não consigo ter voz.Deixas-me inquieto com a tua presença.Gostava de te dizer o quanto me fazes falta, o quanto um carinho teu me acalma.Não consigo.Desejo muito voltar a reviver as nossas (...)

Feliz acaso

Lindolfo Cunha | 10.08.18
Vagueava ao brilho da lua.Nada acontecia como planeava. Deixara de sonhar.Disfarço-me por entre esta multidão que se diverte sem me notar.Viste-me!Um acaso distanciou toda a gente para (...)

És a tua esperança

Lindolfo Cunha | 31.07.18
O coração é vazio, é discrepante com a mente que transborda em perguntas e respostas.O único som que ouves é do relógio a contar o tempo e continua tudo igual.Vês vida, não a tua.Perdes (...)

Silêncios da noite

Lindolfo Cunha | 16.07.18
- Estás acordada?O silêncio é interrompido com palavras de coragem de quem tenta vencer o sono.- Sim, diz.A madrugada era reveladora de muitos pensamentos.- Faz tempo que estamos juntos. (...)

Acredita comigo

Lindolfo Cunha | 03.07.18
Olha para ti, estás sem rumo, escondes para quem te rodeia que estás à deriva como um barco sem leme guiada só pelo vento.Deixaste de acreditar, deixou de haver cores na tua vida, passaste a (...)